domingo, 8 de fevereiro de 2009

Lição de Desapego


Cartão postal
Rita Lee/ Paulo Coelho

"Pra quê sofrer com despedida,
se quem partir não leva nem o Sol, nem as trevas
E quem fica não não se esquece tudo o que sonhou?

Eu sei, tudo é tão simples que cabe num cartão postal
E se a história de amor não acabou tão mal
O adeus traz a esperança escondida

Pra quê sofrer com despedida
Se só vai quem chegou e quem foi vai partir?
Você sofre, se lamenta, depois vai dormir

Sabe, alguém quando parte,
é porque outro alguém vai chegar
Num raio de lua, na esquina, no vento ou no mar
O adeus traz a esperança escondida
Pra quê?

Sabe, alguém quando parte,
é porque outro alguém vai chegar
Num raio de lua, na esquina, no vento ou no mar
Pra quê querer ensinar a vida?
Pra quê sofrer?"

6 comentários:

Pâmela disse...

Nesse caso, é mais fácil falar.
A despedida sempre dói. Talvez não devessemos sofrer com ela, mas sofremos.
Bejo!

Carolina disse...

Desapego não é esquecimento. Até já fiz um post sobre isto.
Lindo post!
bjos queridos pra ti e boa semana!

Calabresa disse...

Pam
também concordo com vc! Essa música é uma tentativa de aprendizado meu...

Carolina:
É ótimo saber que vc sempre me visita.
Bjsss

João Vitor disse...

isso é bom, mas tem vezes que preferimos não se desapegar! ;s
será que falei certo? putz x_x

http://joaovitors.blogspot.com/

Valéria Martins disse...

Oi, Adriana! Quem partiu? Com certeza, alguém vai chegar. Alguém melhor, vc vai ver. Porque vc anda pra frente, menina... Bjs

Pablo Lima disse...

é, bom ver que há outras formas de se enxergar isto!
bjocas!