quinta-feira, 10 de setembro de 2009

All Star



Para noites de insonia nada melhor que música.
Estou aqui meio chorosa, lembrando de quando eu era uma menina de All Star azul.
Nessa época, eu sonhava bem mais colorido que hoje. Ser adulto não é fácil!
Por cinco minutos eu quis voltar no tempo. Agora tá passando.
Perdoem o momento down. Acho que depois de uma boa noite de sono eu melhoro.

Ps.: Não aposentei o All Star. Vou ficar velhinha usando.

8 comentários:

Carolina disse...

É a vida.
A-mo all star até hoje e tenho dois, um preto e um branco. Já a minha filha, tem vários e não desgruda dos pés ... adolescente...

bjos meus

Valéria Martins disse...

Eu também uso, querida... E sou bem mais velha que você. Acabei de comprar um cinza com detalhes em rosa, lindo!

Beijos, com Deus

Fionna ^^. disse...

All Star.. ícone de um jeito de ser, que hoje, acredito não ser mais tanto.. tem até salto e bico fino! Rss Nada contra, apenas uma crítica. Tá, próxima pauta.

Meu pé cresceu para meu All Star. Mas eu não, pois ainda caibo na vida com folga.. Perdoe minhas loucuras, viajo demais. Prova disso, meu blog.

Beijos!!

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo

Valéria Martins disse...

É isso aí, querida... A gente chega lá!

Beijocas

Rafhaael Velasq... disse...

dá para continuar usando um all star azul, verde, caramelo, vermelho e ter sonhos. não?

beijo

Paloma Flores disse...

Ah, brincar de vida real é bem mais divertido que vivê-la realmente, não é?
Ser criança era mais fácil. Mas ser adulta tem suas vantagens, não é?

Adriana Calábria disse...

Dá sim, Rafael!
Quando os sonhos já não tão coloridos, ficam os All Star.
Bjsss