sábado, 24 de janeiro de 2009

Mário, grande Mário!!!




DA FELICIDADE
Quantas vezes a gente, em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão, por toda parte, os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!


Adoro o poder de síntese que o Mário Quintana tem na sua poesia. Com essas poucas palavras ele falou tudo! Procuramos tanto a felicidade, as vezes, tão longe, e ela pode estar do nosso lado. Acabou de acontecer comigo! Sorte que ainda deu tempo de perceber... Voltei atrás, peguei a dita cuja e agora não a solto mais!

5 comentários:

Pâmela disse...

Que bom que você a encontrou, então!
Aproveite. 'E que seja eterna enquanto dure.'
Beijo!

João Vitor disse...

que você que você achou o que você procurava! ;]

eu ainda estou procurando!

Denise do Egito disse...

Ai, que bacana! Mário Quintana realmente era o máximo. Tb adoro!
Beijos

Ed Almeida disse...

Fico feliz em saber disso, Adri! Vc merece toda a felicidade do mundo, guria.

Valéria Martins disse...

A simplicidade e singeleza do Mário são tocantes, sim.

"Eles passarão. Eu passarinho"!