segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Tomara-que-caia

Na verdade, o nome desse post devia ser outro, tipo: trauma de irmã bonita ou de mãe que critica, mas estou em lua de mel com as duas. Então não dava.

A vida inteira não me achei bonita.Não que me achasse totalmente feia, apenas não me achava bonita. E carregava uma enorme coleção de grilos.Leia-se: peito grande, perna fina, rosto incomum...

E pra esconder todas as "imperfeições" meio que me escondia. Não usava mini- saia (só muito de vez em quando...) , nem nada muito justo. E tomara- que -caia? Esse então nem pensar!

Sempre fui bem básica pra me vestir. Jeans, camiseta e um all star sempre foram meu uniforme oficial. Quando me produzia um pouquinho era uma bata indiana, ou um vestidão ídem...

De vez em quando alguém dava um toque, dizendo que eu deveria mostrar o meu lado mulher. E eu cá com os meus botões pensava: " O lado mulher feia? Nem pensar!"


Anos e anos de terapia pra curar todo esse processo! E um tanto de desencanação...
De uns tempos pra cá, comecei a mudar, diminuindo o tamanho da saia, usando um decote aqui e ali... E por, fim: comprei não só um, mas dois tomara-que- caia!!


A lógica é a seguinte: Se eu não usasse agora o que tenho vontade, quanto tudo ainda está no lugar, quando é que iria usar? Lá pelos oitenta e poucos ia ficar um tanto inadequado, a não ser que eu virasse uma nova Dercy Gonçalves.

Estava com um deles quando tirei a foto que está ai do lado. E hoje, em plena segunda-feira, aqui estou eu, trabalhando toda feliz com o meu vestidinho tomara- que- caia!
E como dizia o slogan de campanha, do prefeito eleito daqui: A mudança continua...

4 comentários:

Ita Andrade disse...

É isso! força na peruca, amiga e não se preocupe, vc nunca vai perde o senso de ridículo, pode ousar! ta autorizada!
Beijão

Valéria Martins disse...

É isso ai, Calabresa... Isso vale para outras áreas da vida. Tipo: aproveitar agora oportunidades para depois, mais tarde, não dizer "houve uma época em que pensei fazer, mas não fiz e passou."
O melhor lugar do mundo é aqui e agora! Vamos aproveitar.

E você é bem bonita, como posso ver na foto!

Elvis "Wolvie" disse...

Ninguém é perfeito. E todos têm gostos diferentes. Como dizer que alguém é bonito ou feio? Os padrões de beleza comuns não costumam me agradar muito, por exemplo. =P
Então, independente disso tudo, não devemos nos importar com o que os outros pensam e devemos nos vestir como gostamos, seja esse estilo como ele for.
Por sinal, gosto de garotas estilo calça jeans e All Star. =PPP

Monica Loureiro disse...

Olha, fiquei tanto tempo encanada com o fato de ser "alta demais" que nem me fale....
Teve um dia na terapia que chorei compulsivamente lembrando de algo que estava no inconsciente desde os meus 12 anos !
É mole ?
O importante é buscar ajuda e aprender a se amar....
Hoje posso dizer que me amo muito...