segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Ensinar a Esquecer...

"Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer!"

A música é brega até o último acorde, mesmo cantada pelo Caetano. Mas essa parte da letra fala um bocado.

Tem gente que definitivamente não sabe ensinar a esquecer!

Não quer a relação, mas prende a pessoa. Seja com promessas, saudades, indecisões...

Falo de homens e mulheres.

Toda relação tem idas e vindas, não se acaba de uma hora pra outra, mas tem gente que convenhamos não sabe se desapegar, e acaba por deixar o outro sempre com um fio de esperança.

Coisa mais "lugar comum" é aquela pessoa indecisa ( e egoísta), que quer a pessoa, mas não o compromisso (não estou falando de papel) e define a vida como " apenas momentos".

Mas aí quando o outro se cansa de ter apenas "momentos" e vai, ela corre atras, dando a entender, nunca sendo objetivo, que quer algo mais, reacendendo a esperança.

Pior é que quando estamos apaixonados corremos o risco tanto de cair nessa armadilha, como de também deixar alguém cair nela!

A solução é só uma: Desapego.

Todo mundo tem direito de ser indeciso. Mas ninguém tem o direito de prender alguém na sua indecisão.

Pra não cair nessa armadilha é preciso ter atenção, já que ela é muito sutil.

Mas, e quando somos nós que estamos no papel de indecisos?

O mínimo que podemos fazer em respeito ao outro é ensinar esse alguém a nos esquecer.

Fácil não é, eu sei!

Mas praticando a gente aprende.

Ps.: Pessoas, a música não é, nem nunca foi do Caetano. O autor se chama Fernando Mendes, tem uma carreira longa e é relativamente conhecido por essas bandas do país.

4 comentários:

Elvis "Wolvie" Rodrigues disse...

Ai, ai.
Questãozinha complicada, viu?
Pior é que, sabendo dessas coisas, o paranóico aqui consegue tornar tudo ainda mais complexo.
Penso que a pessoa está querendo que eu a esqueça por não desejar me prender, mas que no fundo há uma indecisão dentro da pessoa e ainda tenho chance! XD
Eu não sou mesmo normal!
Hahahahaha!

João Olavo disse...

Excelente o post..se vc tiver alguma dica de como aprender a esquecer alguem..manda rs.
È dificil mesmo..principalmente quando por uma meia palavra que seja..sentimos novamente a esperança acesa..assim..todas as tentativas foram em vão..
abraços.

Ita Andrade disse...

Oi Drika,
Hummmmmmmmmm, me conta essa historia direito lá no gmail ta?!
Beijoca
Ah! vc sabia que minha cidade tem tradição em alambique? então se o bicho pegar, pega limão, açucar, gelo e me chama, eu levo a cachaça de Paraty, combinado?

Calabresa disse...

Olha! Tem coisa que só vai com cachaça mesmo!

Acho que tu vai ter que trazer...
Pior é que eu nem bebo! hehehehehe!

Amanhã te mando e-mail contando tudo.

Beijão!