sábado, 23 de agosto de 2008

Presentes


Ontem me dei um presente. Uma edição de bolso do Mario Quintana. Estou aqui me deliciando com ele!

Conheço gente que acha que só vale ganhar presente dos outros. Também conheço gente, que além de achar isso, acrescenta o ítem preço ao conjunto. Se não for caro, não vale!

Acho isso de uma tremenda pobreza: A de espírito!

Uma pessoa me disse uma vez: "Pra quê vou te dar um presente, se você sabe exatamente quanto ele custou. Temos o mesmo cartão de crédito, assim perde a graça." Essa falta de poesia, não vale nem comentar...
Depois dessa, botei minha viola no saco, e : Fui! Ainda bem que existe divórcio! Aff!!!


Eu adoro ganhar presentes. Mas, com certeza, os melhores que ganhei não tinham nenhum valor monetário. Tinham, sim, um valor afetivo incalculável!

Amigos presentes, são ótimos presentes, por exemplo. Adoro que lembrem do meu aniversário, e também procuro lembrar do de todo mundo (confesso que com uma certa ajuda do orkut), mas é bem melhor está presente quando estamos sendo realmente necessários.

Procuro sempre estar perto nos momentos dificeis dos meus amigos!

É assim com meu melhor amigo. Ano passado, na minha volta pra casa, ele não me deixou nenhum dia. No passado, quando ele precisou, eu estive presente, também todos os dias. Agora estamos numa fase boa pra ambos, então nos falamos com menos frequencia. A amizade continua a mesma.

Mas voltando aos presentes, concretos, por assim dizer.... Uma coisa boba, já pode significar bastante. Se for de coração, significa que fomos lembrados! Tem coisa melhor que isso?
Se dar um presente, tem o mesmo significado. Quantas vezes esquecemos de nós mesmos nessa vida corrida?
Nada melhor então, que parar e dizer: eu mereço, vou me dar de presente!

Foi o que fiz ontem. Ando me privando de comprar, por absoluta falta de grana. Então usei o bom senso. Não gastei muito. E ganhei uma satisfação imensa! E isso não tem preço, como diz aquela propaganda...


5 comentários:

slim shady disse...

Como qualque humano que se preze,eu gosto muito de ganhar presente,qualquer um que for,sendo de coração....O fato que não gosto é darr presentes,porque nunca sei oq ue dar.

hehe.

beijos;

Daniel disse...

Olá,
gostei do seu post e do seu blog!
Verdade, precisamos nos autopresentear.
Sem isso, a vida fica sem graça!
Não podemos ficar esperando as coisas acontecerem, e os outros as fazerem.
A vida nos dá tantos presentes diariamente que passam despercebidos...
E Mário Quintana é extremamente bom!

Parabéns,
Daniel.

www.esovento.blogspot.com

Luilton disse...

correlacionar presentes com preços é coisa de gente que não sabe ser feliz.

e, sem dúvida, a pessoa que mais merece um presente nosso, somos nós mesmos. para os outros, depois. primeiro pra gente.

um abraço.

www.manufaturanova.blogspot.com disse...

acho q vou me dar um presente desse!! Q alívio seu blog: não está falando de Olimpíadas hj!!^.^

Josefina disse...

Presente é tudo de bom e não necessariamente um presente material, mas uma pessoa presente já faz a diferença e como diz não tem Mastercard que pague!
Gostei do teu blog, vou vir mais X !
bjos